4 regras de higiene pessoal que você precisa abandonar agora mesmo

PorPedro Katchborian 3 de Maio de 2018

Todos têm (ou deveriam ter) hábitos de higiene pessoal e cuidados com o corpo. Esteja você entre os mais vaidosos ou desleixados, alguma regra — nem que seja tomar banho uma vez por semana — você segue. Mas já diria a sabedoria popular: regras são feitas para serem quebradas.

Listamos algumas dicas de Adam Hurly conta para a GQ, sendo que parte delas nós já havíamos falado aqui no Pronto Pro Jogo. Confira hábitos de cuidado pessoal que você pode trocar ou deixar de lado:

Regras de higiene pessoal que você precisa quebrar

1. Lavar o cabelo com shampoo todos os dias

Ao contrário do que você pensa, o shampoo pode ser o vilão do seu cabelo. Usá-lo todos os dias vai danificar a saúde dos seus cabelos, deixando mais oleoso e propenso a problemas como a caspa.

Nós já fizemos uma matéria falando sobre como você não deve lavar o cabelo com shampoo diariamente. Então, se esse produto é o vilão dos cabelos, o melhor amigo chama-se condicionador. Ele remove a oleosidade sem deixar o cabelo seco — lembre-se, é importante que seu cabelo tenha óleos naturais.

2. Ter apenas um perfume

O perfume ideal costuma ser amor à primeira vista — aliás, ao primeiro cheiro. Sabemos que homens amam ficar utilizando a mesma fragrância até que o fabricante simplesmente deixe de produzi-la. A ideia é que aquele cheiro funcione como uma característica da pessoa, algo marcante que identifique que você está ali.

Que tal inovar e comprar mais perfumes? Assim como você sabe que certas roupas são ideais para diferentes situações, o mesmo vale para fragrâncias. Dias de calor e verão pedem cheiros mais refrescantes, enquanto uma mais sofisticada pode servir para um encontro.

3. Usar desodorante

Calma aí, não é para você sair pela rua sem desodorante. A ideia aqui é que existem alternativas ao tradicional desodorante. Muitos consideram os antitranspirantes ou antiperspirantes (que tem praticamente a mesma função, mas alguns antitranspirantes também são desodorantes) vilões pois estão associados ao câncer, mas os estudos são muitos e não há uma prova definitiva.

Por isso, vale variar um pouco na hora de se proteger contra o mau odor. Em algumas situações como reuniões tensas, talvez a melhor opção seja usar um antitranspirante ou antiperspirante.

4. Ir sempre ao mesmo barbeiro

Polêmica, mas vamos lá. É claro que é complicado trocar o certo pelo duvidoso, mas ir sempre ao mesmo barbeiro impede que você inove um pouco. É que nem quando você vai a um restaurante e sempre pede o mesmo prato. Não vale experimentar algo diferente e, caso não goste, voltar ao tradicional um mês depois?

O boom das barbearias no Brasil fez dos profissionais cada vez mais qualificados, já que a clientela tem sido exigente e a concorrência fervorosa. Portanto, há muita gente boa por aí — e com o preço justo. Tente inovar e trocar de barbeiro uma ou outra vez.

Leia também

Mais Recentes