Barba sem segredos: Como usar e conservar a lâmina de barbear

PorPedro Katchborian 26 de setembro de 2017

A arte de passar lentamente a lâmina de barbear na pele e fazer um barbear rente é um ritual para muitos homens. O objeto se tornou um objeto indispensável para muitos – normalmente da geração dos nossos pais. Mas, com o retorno das barbearias ao topo, as lâminas voltaram a ser companheiras de viagens e do dia a dia.

Apesar de simples, há muito o que saber sobre a lâmina de barbear: como surgiu, quais são os tipos que existem e como passá-la na pele são alguns dos assuntos que abordamos neste nosso guia sobre a lâmina.

Vamos lá?

Quando surgiu e quem inventou a lâmina de barbear?

A lâmina de barbear surgiu há muito tempo. Sério, muito. Não como conhecemos hoje, exatamente como você as compra no supermercado. Mas, sim, como objetos utilizados para fazer a barba. Os registros são de milhares de anos a.C, das tataravós das lâminas. Sim, porque aqueles caras também tinham que fazer a barba. É claro que os objetos da época não tinham um padrão – cada cultura tinha diferentes tipos de lâmina.

O objeto evoluiu bastante e começou a ser produzido em massa nos séculos 17 e 19. Um dos inventores foi Benjamin Hunstsman, um inglês que tentou patentear o objeto em 1740. No entanto, o que ganhou popularidade mesmo até 1950 foram as navalhas. Há registros da lâmina de barbear como utilizamos atualmente em 1880, mas o equipamento foi patenteado por um inventor americano somente em 1901.

Quais são os tipos de lâmina de barbear que existem?

Aparelho de barbear

O mais tradicional é o aparelho de barbear vendido em farmácias, em que é possível trocar somente as lâminas, com o corpo fixo. Esse tipo também possibilita a utilização de cabeças com 2 ou até 5 lâminas. Ao contrário dos produtos descartáveis, o aparelho costuma trazer um acabamento melhor no corpo, com mais funcionalidades, como a possibilidade da lâmina se adaptar às curvas do rosto.

Lâmina de barbear descartável

Esses produtos normalmente vêm com 3 a 5 lâminas e são capazes de fazer um barbear bem rente. No entanto, elas devem ser usadas poucas vezes, já que são descartáveis. É do tipo que usa a lâmina descartável várias vezes? Cuidado — depois de algumas utilizações a lâmina fica cega, o que vai irritar muito a sua pele. O bom desse tipo de lâmina é que é ideal para levar em viagens e ter uma de emergência em seu estojo de higiene pessoal.

Como passar a lâmina de barbear?

Essa é uma dúvida daquelas: em qual sentido passar a lâmina? Se você buscar no Google, vai encontrar diferentes respostas. Bem, não há muito um conceito correto: o fato é que passar a lâmina contra o sentido do pelo vai deixar mais rente, mas as chances de infecção ou inflamação aumentam, caso você não tome cuidado. Se você preferir se barbear no sentido do crescimento dos pelos, será mais seguro, mas a sua barba ficará menos rente. Aí cabe a você decidir!

Onde descartar lâmina de barbear?

A lâmina de barbear é muito afiada — você sabe disso, imagino — e não é muito legal colocá-la no lixo comum, já que pode cortar quem for mexer no lixo. O ideal é ou devolver as lâminas em farmácias — há algumas que apresentam lixos específicos para lâminas e agulhas. Se preferir, uma boa é colocar a lâmina de volta na caixa onde veio, desde que se certifique que ela não vai cair. O mais importante é proteger a lâmina antes de descartá-la.

É possível conservar a lâmina de barbear?

É claro que o melhor é sempre ter uma lâmina nova, mas há alguns truques que ajudam a conservar um tempinho a mais. A técnica mais famosa é a dos jeans: assim que terminar de fazer a barba, coloque uma calça jeans em uma superfície plana e dura e deslize o aparelho de baixo para cima, repetindo o movimento 10 ou 20 vezes. No vídeo abaixo você vê direitinho como fazer:

Há uma dica mais óbvia: todas as lâminas devem ser guardadas secas. Uma boa para se certificar de que o aparelho não está molhado é utilizar rapidamente um secador — isso vai aumentar a durabilidade da sua lâmina. Aproveitando, vale também limpá-la com álcool, óleo ou vinagre — ela vai ficar seca por mais tempo.

Leia também

Mais Recentes