5 dicas infalíveis para você vender seu carro pela internet

PorRafael Nardini 21 de Janeiro de 2018

Você quer vender o carro pela internet? Então saiba de uma coisa: o seu automóvel usado é apenas um entre incontáveis outros à venda.

Para se destacar entre tantos outros, é importante tomar uma série de cuidados e caprichos para chamar a atenção de um possível novo comprador.

Como fazer isso? Separamos algumas dicas para você. 

Como vender o carro pela internet

1. Antes de anunciar, há medidas a serem tomadas

O feirão de automóveis Matel aconselha que você leve o veículo para passar por um check-up na concessionária ou em uma oficina mecânica de sua confiança. Cuide dos pequenos danos, faça todos os reparos necessários na lataria, eliminando amassados ou riscos.

Um histórico do carro também pode fazer o comprador se sentir mais seguro. Apresentar documentos, seja em cópia digital ou até física, de que o carro foi bem cuidado e passou pelas devidas manutenções e trocas de peças, transmite segurança.

Uma perícia também é necessária. Ela atesta a qualidade do veículo e comprova a procedência dele. Segundo o Matel, o serviço custa de R$ 30 a R$ 70 e é feito em aproximadamente 20 minutos.

2. Como fotografar seu carro

Imagem é tudo. Portanto, produza elas com carinho. Garanta que seu automóvel esteja limpinho, organizado e bonito – por dentro e por fora. Em seguida, tire as melhores fotos possíveis.

“Uma imagem vale mais do que mil palavras. A foto tem o papel de aproximar o comprador daquilo que está sendo vendido”, diz Caio Ribeiro, gerente sênior do MercadoLivre Classificados, em entrevista à Quatro Rodas.

Ribeiro sugere que você fotografe a frente, a traseira e a lateral do carro. Nesta última, tente mostrar o carro na diagonal, de modo que ele todo fique visível.

Não se esqueça da parte interna. Ligue o painel para chamar atenção e não se esqueça de mostrar claramente a quilometragem. Limpe bem o motor e o fotografe também, pois esta parte é muito importante, mas frequentemente esquecida.

Garanta que seu carro esteja em um ambiente bem iluminado e ao ar livre. Ele deve ser o que mais chama atenção na imagem, então nada de poluição visual no entorno.

Segundo a OLX, em fala ao portal IG, de cinco a seis são um número interessante. Muitas fotos podem acabar complicando mais do que ajudando.

3. Descreva seu carro de forma convincente

Informação também é muito importante. Procure fornecer a maior quantidade de informações úteis possíveis. Seja verdadeiro e descreva o carro em detalhes. Se você não fez aquele pequeno reparo, não omita que este existe. 

O que pode agregar algum valor ao carro, segundo Ribeiro, à Quatro Rodas, são descrições mais “subjetivas”. “É importante incluir alguma coisa que descreva e personalize seu carro, como o fato de o carro só ter rodado em estradas, o que conta pontos, um eventual tratamento de pintura ou de estofamento”, aconselha Ribeiro.

Caso o veículo nunca tenha passado por acidentes e se você tiver sido o único dono dele, escreva isso também. O mesmo vale para outras características como a qualidade das caixas de som, conforto dos bancos e aquelas que atraíram você na ocasião da compra.

Como pondera a OLX ao IG, cuidado com informação em excesso. Não vá deixar o possível cliente entediado.

4. Saiba conversar com os interessados

Ainda segundo a OLX, responder com rapidez às mensagens que você receber de possíveis compradores faz toda a diferença. 

5. Seja realista no preço

Consulte as tabelas Fipe. Ela é a mais usada como referência e serve para você entender melhor qual deve ser seu preço final. Caso você queira vender logo, pense em um desconto. Outra dica é: se o novo dono vai precisar fazer alguns reparos, comunique isso no anúncio e abata o valor do preço final. 

Leia também

Mais Recentes