2 dicas rápidas sobre vinho verde: Como harmonizar e quanto custa

PorVinicius Tamamoto 28 de julho de 2018

Já falamos anteriormente aqui no Pronto Pro Jogo sobre como escolher vinhos tintos. Mas as variações, você bem deve saber, não param por aí. Há ainda outros tipos dentro da bebida das mais antigas e difundidas pelo planeta desde os tempos mais antigos. Hoje é a vez, portanto, de falarmos de vinho verde.

Para começar… Não, o vinho verde não é literalmente verde. Pelo contrário, até um tinto pode ser um vinho verde. Doido, não? É que a denominação, na verdade, diz respeito à região de Portugal onde se produz as bebidas, em Minho, no noroeste do país. Já provou? É um dos meus prediletos.

Para conhecer um pouco mais sobre esse mundo, conversamos com a sommelière Natália Cacioli. “Diz-se que a nomenclatura surgiu por causa da região, que é  mais fresca e úmida. Ali, as uvas não amadurecem tanto e, como resultado, obtém-se uma fruta mais verde.” Ou seja, o vinho verde está intrinsecamente ligado ao ‘terroir’, o local e as condições climáticas onde sua matéria prima é produzida.

A área é tão importante para Portugal que ganhou, em 1908, o título de Região Demarcada dos Vinhos Verdes. Assim, as bebidas ali produzidas são de Denominação de Origem Controlada (DOC). Isso quer dizer que, para ser considerado vinho verde, o rótulo precisa necessariamente ter sido produzido na área. É o mesmo que acontece com o champanhe, feito na região homônima da França, por exemplo.

Como harmonizar vinho verde?

O terroir é o que faz esse vinho único no mundo. Por causa da acidez acentuada, recomenda-se que ele seja bebido mais frio. “São vinhos de teor alcoólico mais baixo, leves e refrescantes”, explica Natália. Vai bem com pratos leves, como saladas e frutos do mar. “Peixinho e camarão empanado são sucesso”, ela garante.

Bacalhau com vinho verde: a combinação perfeita

Ah, não dá para esquecer uma das harmonizações mais clássicas do mundo, que é bacalhau com vinho verde. É ainda uma ótima opção para beber com os amigos num dia de sol. “É bem vinho de piscina também. Não precisa de nada pra ficar bom, sozinho vai que vai”.

Vinho verde tem bons preços

Se você ainda não está convencido, a cartada final: “costumam ser vinhos de bom custo-benefício”. Como a gente queria estar? Sob o sol, comendo camarão e bebendo vinho verde. Chega logo, verão! 😎

Leia também

Mais Recentes