8 filmes e 2 séries sobre mulheres que todo homem precisa assistir

PorRafael Nardini 14 de Janeiro de 2018

Há incontáveis filmes e séries por aí que abordam o universo feminino das mais variadas maneiras: seja pela política, crônica do cotidiano, ou até na fantasia, eles transbordam em criatividade para falar do assunto.

Separamos para você algumas obras imperdíveis.

Filmes e séries protagonizados por mulheres que você precisa ver

1. Mulher-Maravilha (2017)

A princesa amazona Diana (Gal Gadot) nasceu na Ilha de Themyscira, um local apenas com mulheres no qual ela foi treinada para ser uma guerreira. Ela não conhece o mundo dos homens, no qual uma guerra mundial, a Primeira, está em curso. Diana parte da ilha para derrotar Ares, o Deus da Guerra, para acabar com o conflito. Inicia-se aí uma jornada de encantamento e consternação com a sociedade humana como ela é, repleta de desigualdades, inclusive a de gênero.

2. Uma Mulher Fantástica (2017)

Neste drama chileno, a mulher transgênero Marina (Daniela Vega, também trans na vida real) perde o namorado, Orlando (Francisco Reyes), que morre ao passar mal repentinamente. Assim que a morte acontece, a família de Orlando e os médicos do hospital no qual ele é atendido começam a suspeitar dela, pelo simples fato de ela ser trans. Daniela, entretanto, mesmo em luto, não está disposta a abrir mão de seus direitos.

3. Como Nossos Pais (2017)

Rosa (Maria Ribeiro) é uma jovem mãe que está dividida entre muitos afazeres: são inúmeras responsabilidades no trabalho, na casa, no casamento, em família. O universo todo parece cobrá-la a respeito de tudo. Sua crise deslancha de uma vez por todas ao saber pela mãe, Clarice (Clarisse Abujamra), que ela, Rosa, não é filha biológica de seu pai. A personagem inicia, então, um amplo processo de autodescoberta.

4. Livre (2014)

Cheryl (Reese Witherspoon) está arrasada. A mãe dela, Bobbi (Laura Dern), morreu, o casamento com Paul (Thomas Sadoski) acabou e ela está entregue à dependência química. Cheryl é uma jovem escritora cheia de sonhos para o futuro, mas tudo parece ir por água abaixo. Ela decide que deve unir seus pedaços para seguir em frente – e, para isso, faz uma trilha na qual ela cruza os EUA de costa a costa. Enquanto isso, ela reflete sobre suas escolhas e sobre o complexo relacionamento com a mãe.

5. Garota Exemplar (2014)

Amy (Rosamund Pike) desaparece no dia em que seu casamento com Nick (Ben Affleck) completa cinco anos. Ele se torna o principal suspeito por apresentar um comportamento estranho após o desaparecimento. Ele insiste que é inocente, mas todas as evidências apontam o oposto. No entanto, em Garota Exemplar, as aparências enganam – e a história toma um rumo insano no qual é investigada a complexidade dos casamentos e expectativas de gênero feitas pela sociedade.

6. Frances Ha (2012)

Frances tem quase 30 anos, mora em Nova York e trabalha – ou melhor, tanta trabalhar – como dançarina. Ela se afasta da melhor amiga, Sophie (Mickey Sumner), mal consegue trabalho e o mundo parece ser enfadonho demais para ela. Frances Ha é uma comédia leve e charmosa, uma homenagem aos filmes franceses da chamada Nouvelle vague, sobre como pode ser difícil realizar seus sonhos em um mundo que parece cada vez mais cínico e cinzento.

7. Meninas Malvadas (2004)

Cady (Lindsay Lohan) tem 16 anos e, após muitos anos de educação em casa, começa a frequentar a escola para cursar o ensino médio. O que era para ser uma fase de estudos, paixonites e festinhas, entretanto, torna-se de disputa brutal. A arrogante patricinha Regina George (Rachel McAdams) é líder de um grupinho de amigas idem. Cady não sabe bem se aceita o convite de se juntar ao grupo ou se continua com os amigos mais “alternativos” do colegial. Meninas Malvadas é uma comédia afiada e imprevisível sobre amizades, amadurecimento e como a escola pode ser um ambiente tão brutal quanto uma selva.

8. As Horas (2002)

Na Inglaterra de 1923, Virginia Woolf (Nicole Kidman) escreve um novo romance, Mrs. Dalloway. Na Los Angeles de 1951, a dona de casa Laura (Julianne Moore) lê o livro de Woolf e decide fazer mudanças em sua vida. Na Nova York de 2001, Clarissa (Meryl Streep) parece literalmente viver a história de Mrs. Dalloway. O romance une as três mulheres, ultrapassando barreiras de tempo e espaço. As Horas é um drama poético que aborda questões como depressão, escolhas e relacionamentos.

9. Série: Cara Gente Branca (Netflix)

Questões raciais são abordas com um tom ácido nesta comédia da Netflix. Cara Gente Branca se passa em uma universidade elitista nos EUA. Cada episódio é focado em um dos vários personagens – são oportunidades para falar de questões de identidade para além das raciais. No centro, está Samantha (Logan Browning), uma radialista negra que se apaixona por um rapaz branco.

10. Série: Girls (HBO)

Ter vinte e poucos anos não é fácil – mesmo para a jovem escritora Hannah (Lena Dunham), que é mimada pelos pais e tem que se jogar no mundão real quando eles decidem cortar a mesada. Este é o ponto de partida para Girls, uma comédia que durou seis anos e foi bastante elogiada pela crítica por abordar de maneira crua o cotidiano de Hannah e suas amigas em Nova York.

Leia também

Mais Recentes