A dieta do frango com batata doce realmente funciona?

PorAretha Yarak 14 de novembro de 2017

Queridinha do pessoal que curte academia, a dieta do frango com batata doce ficou famosa porque alia sensação de saciedade com reparação de muscular. Ou seja, além de demorar mais para sentir fome, ela ainda fornece substrato para o corpo caprichar na massa branca depois de um dia de treino.

Isso é possível porque o frango é fonte de proteína de alto valor biológico e a batata doce é um carboidrato de baixo índice glicêmico. Por isso, ela é absorvida mais lentamente pelo organismo, o que resulta em menos fome e menos acúmulo de gordura indesejável. Além disso, ela é rica em fibras, o que também colabora para que você demore mais a sentir fome novamente.

Dieta de frango com batata doce

A dupla frango e batata doce pode ser o prato principal de qualquer refeição, do café da manhã ao jantar – evite apenas abusar do carboidrato após o lance da tarde. Em tese, ela está liberada para qualquer pessoa, desde que se capriche nos acompanhamentos. “Será preciso acrescentar alimentos que forneçam os demais nutrientes necessários para o equilíbrio do organismo”, comenta o médico Romualdo Lima, mais conhecido como Doutor Doc, que possui certificação internacional em medicina do esporte pela Academia Americana de Medicina Anti-idade.

Isso significa que é fundamental complementar o prato com vegetais, frutas, legumes e até oleaginosas. Do contrário, todo o esforço pode ir por água abaixo. A carência nutricional pode causar uma série de problemas ao organismo, inclusive levar à degradação da massa muscular. O mesmo cuidado vale para a desidratação: cerca de 70% do músculo é água. Após o treino, tenha sempre em mãos uma fruta ou um isotônico, para repor sais minerais, e beba muito líquido durante o dia todo.

 

Variações da dieta do frango com batata doce

Comer todo dia a mesma coisa é entediante. Além de afetar seu prazer pela alimentação, você ainda corre o risco de perder todo o estímulo e desistir da dieta. Por isso, é importante (e possível) fazer algumas variações no cardápio durante a semana. No lugar do frango, você pode optar pelo ovos, peixes, carne vermelha magra, soja e algumas leguminosas. Já a batata doce pode ser substituída por mandioquinha e inhame. O importante, no entanto, é não exagerar e procurar sempre equilibrar o prato.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBME), quem está procurando aumentar a massa muscular deve consumir proteína na proporção de 1,6 a 1,7 gramas por quilo de peso todos os dias. Isso significa que um homem de 80 quilos, por exemplo, precisaria de 136 gramas de proteína diariamente – cada 100 gramas de frango têm, em média, 19,6 gramas de proteína. “Mas é importante sempre estar atento às quantidades, ao equilíbrio do corpo e ao estilo de vida para ter sucesso nos objetivos da dieta”, comenta o médico.

Leia também

Mais Recentes