Bicicleta para iniciantes: guia educativo para pedaladas certeiras

PorRafael Nardini 25 de setembro de 2017

Andar de bicicleta para quem é iniciante pode ser um desafio semelhante ao de guiar um automóvel. Pode parecer que é muito complicado fazer mais de uma ação ao mesmo tempo. Mas, de cara, já há um inevitável ganho: a sensação de liberdade.

Se você não começou a pedalar ainda, não se acanhe. A atividade é uma das mais democráticas que pode existir, de crianças a idosos. Todos são capazes de se divertir e guiar uma magrela. Seja para ir ao trabalho, para a faculdade, para escola ou para uma passada no supermercado, a bicicleta surge sempre como uma ótima opção para economizar tempo e ainda se livrar de umas calorias pelo caminho.

Pedalar constantemente pode reduzir o risco de doenças crônicas e do coração, diabetes tipo 2 e até mesmo o as chances de sofrer um AVC.

Antes de começar a pedalar

Para a maior parte das pessoas, a bicicleta é uma forma segura e efetiva de exercício. Se você tiver qualqueis preocupações com sua saúde ou até mesmo um problema médico já existente, é melhor consultar um médico antes de sair por aí pedalando. Lembre-se: o uso de capacete é sempre uma boa pedida, ainda que não seja obrigatório.

Quais tipos de bicicleta comprar para iniciantes

Para pequenas trajeto, qualquer bicicleta vai servir. Dê um Google: sempre haverá um amigo, um conhecido ou uma loja cheia de barganhas próxima de você.

Se você for investir uma bicicleta usada, a melhor coisa é levá-la para um revisão rápida com um especialista. É essencial que ela esteja alinhada, bem como os pneus estejam bem calibrados e cheios.

Se você decidiu por comprar uma bicicleta nova, as opções são muitas. Híbridas, para viagem, mountain bikes e BMX. Um especialista vai ajudá-lo a encontrar um modelo que se encaixe com suas necessidades, tamanho e peso.

Não sabe a diferença entre cada uma delas? Nós explicamos.

Mountain bike, estrada, BMX e urbana

BMX

BMX, ou seja: Bicycle (B), Moto (M) e Cross(X). O BMX se autodivide em duas modalidades, a de corrida e o freestyle (estilo livre, das manobras). É uma bicicleta desenhada para pistas de terra, que se assemelha ao motocross, a base da modalidade.

Mountain Bike

O nome é de montanha, mas, na prática, elas servem para qualquer terreno, dos mais acidentados às estradas de terra e lama. Os pneus são mais largos, com cravos, prontos para dar estabilidade aos terrenos irregulares.

Alguns modelos mais completos incluem ainda suspensão (dianteira, traseira ou as duas ao mesmo tempo) e outros acessórios específicos para pedalar em condições adversas. São os modelos equipados com variados números de marchas, podendo chegar a 27. Se for adaptá-la ao uso urbano, o ideal é trocar o pneus com cravos por penus slick, com a banda lisa.

Urbana

Como o nome diz, são desenvolvidas para transitar na cidade, com a possibilidade de adição de todo tipo de acessório, de bagageiro às buzinas e laternas e até cestinha. A diferença aqui são os pneus, mais finos, feitos na medida para criar maior aderência com o asfalto.

Estrada

São os modelos speed, capazes de proporcionar maior velocidade e tradicionais em corridas como Tour de France e Giro d’Itália. São mais leves e nada recomendadas aos iniciantes, já que os pneus ultrafinos podem causar facilmente acidentes para quem não domina a magrela speed. Cuidado extremo com pisos mais escorregadios.

Dicas para as primeiras pedaladas

Se você perdeu a prática ou nunca montou numa bike, procure uma área segura e longe dos carros para praticar. Não se esqueça que a bicicleta também pode causar acidentes e ferir pedestres e o responsável por manter a segurança é você.

Quando começar a se sentir seguro, passe guiar com apenas uma mão, o que vai deixá-lo habilitado para fazer as necessárias sinalizações quando estiver em espaços compartilhados. Antes de se aventurar no tráfego, tenha certeza de que está por dentro das leis e regras para ciclistas. Sim, elas existem.

Bicicleta faz bem para a saúde

Para manter a saúde em dia, adultos precisam pedalar ao menos duas horas e meia com moderada intensidade por semana. Crianças e jovens precisam de uma hora, entre moderada e alta intensidade aeróbica todos os dias.

Se você está começando, vá com calma e monitore seu tempo. Comece aos poucos, com dez minutos e vá ampliando gradualmente seu tempo de pedalada.

Se perceber alguma alteração negativa — falta de ar, dores musculares muito fortes ou qualquer outro problema –, procure um profissional.

Leia também

Mais Recentes