Melhores exercícios para ganhar fôlego para longas corridas

PorRafael Nardini 16 de Janeiro de 2018

E segue nossa série de matérias especiais para quem quer correr e se dar bem. Dos 5 km até uma maratona completa e seus desafiadores 42 km, passando pelos 10 km e pela meia-maratona. O segredo de tudo, você já deve ter percebido, é a dedicação. Muita dedicação.

Nosso artigo desta vez é dedicado a como garantir que o fôlego e a força estejam em dia no momento das provas de maior complexidade. Então, respire fundo, amarre bem os cadarços e anote com atenção as dicas que seguem.

1. Respiração abdominal

Tão ou até mais importante que seu desempenho com pernas, pés e braços é como você respira durante os exercícios. Como explica Rodrigo Resende Palhares, médico do esporte formado pela UNIFESP, a respiração correta do corredor deve ser feita por meio do abdômen, não pelo tórax.

A respiração abdominal permite a absorção de mais oxigênio. E o melhor: é uma respiração que pode ser praticada durante todo o dia, com uma série de benefícios relacionados à sua prática.

A movimentação do diafragma expande os pulmões, fazendo com que o ar ocupe-os por inteiro, oxigenando todo o nosso corpo. Se tudo isso ficou complicado de entender, há alguns vídeos específicos sobre o tema.

2. Suba escadas

Outra dica do médico Rodrigo Resende Palhares. Da mesma forma que correr em trechos de subida, subir escadas também força os membros inferiores do corpo, criando maior resistência.

3. Reduza a velocidade

Obedecer seu próprio ritmo é essencial para conseguir completar percursos longos de corrida. Segundo o técnico de atletismo Carlos Ventura, se você correr em um ritmo mais veloz do que seu corpo poderia correr, seu fôlego vai acabar rapidamente. Para encontrar seu ritmo de corrida, você deve considerar um ritmo que mantenha suas frequências cardíacas baixas. Menos é mais. Sempre. Inclusive, correndo.

Leia também

Mais Recentes